Seguro cobre cremação? Saiba encontrar os melhores tipos de seguros de vida ou funerários para você

Seguro cobre cremação? Saiba encontrar os melhores tipos de seguros de vida ou funerários para você

Você sabe se o seu seguro cobre cremação? Seja ele de vida ou funerário, nem todas as apólices de seguro englobam esse serviço.

No geral, os seguros de vida cobrem apenas as despesas referentes ao sepultamento do segurado. Os seguros oferecem o auxílio funeral ou a assistência funeral.

Os seguros funerários, por sua vez, como as prestadoras de serviços, na maioria das vezes, oferecem os serviços de enterro, velório e sepultamento, também não englobam a cremação.

Sendo assim, separamos uma série de dicas para você ficar atento e contratar os serviços mais adequados para a despedida que planeja para um ente querido ou para si mesmo. Continue lendo e confira!

Cobertura dos seguros de vida e seguros funerários

O seguro de vida apresenta uma cobertura destinada a arcar com as despesas referentes ao sepultamento do segurado após sua morte. As seguradoras chamam esse tipo de cobertura de assistência funeral. Contudo, em sua maioria, elas não cobrem a cremação.

Os planos funerários, aqueles que são pagos mensalmente, também possuem seguros. Entretanto, como no primeiro caso, não cobrem os custos de cremação.

Até mesmo porque as funerárias querem lucrar com todos os custos do velório, do enterro e do sepultamento. Sendo assim, seria inviável eles pagarem uma empresa terceirizada para cremar, caso eles não ofereçam esse tipo de serviço.

Contudo, existem planos de seguros específicos para cremação, pois, as despesas são diferenciadas e envolvem outros cursos adicionais referentes a própria incineração do corpo.

Os custos de um seguro cremação

Os valores podem variar muito, mas é importante saber que esses valores podem ser divididos em pequenas parcelas que variam de acordo com a idade da pessoa.

Os seguros cremação custam a partir de R$5.000,00. Mas, esse valor pode ser dividido em parcelas a partir de R$17,46. As pessoas com idade mais avançada costumam pagar valores adicionais.

Geralmente, as segurados cobram um adicional de R$99,75 por mês na mensalidade de pessoas que tem idade entre 81 a 85 anos. Já as pessoas com idade entre 86 e 90 anos pagam um valor adicional mensal de R$179,90.

Esses valores podem variar um pouco de acordo com a seguradora.

Diferença entre auxílio e assistência funerária

O assegurado, ao contratar a apólice de seguro, pode optar pela modalidade de sua preferência. O auxílio funeral permite que sejam escolhidos os profissionais e empresas envolvidos no serviço de sepultamento.

Acarretando o posterior reembolso das despesas até o limite do capital segurado. Proporcionando mais liberdade ao assegurado e família, com a possibilidade da livre escolha.

Já no caso da assistência funeral não há essa livre escolha, pois os serviços são assegurados em contrato, devem ser realizados por prestadores de serviços indicados pela própria seguradora.

Mas, os termos “auxílio funeral” e “assistência funeral” normalmente são usados como sinônimos, por isso é importante saber essa diferença que parece pequena, mas que pode causar confusões.

Na hora da contratação é bom verificar qual a modalidade oferecida ou se é possível optar entre indicação de profissionais pela própria seguradora ou pelo reembolso.

O que o seguro abrangente cobre?

Em geral, o seguro abrangente, mesmo sendo o mais simples, cobre o pagamento das despesas relacionadas a cerimônia e ao sepultamento, além do pagamento das taxas de emissão dos documentos necessários e o translado do corpo do falecido.

As coberturas específicas são: a assessoria para as formalidades administrativas, ou seja, o serviço de assistência da documentação referente ao sepultamento.

Além do carro funerário, do caixão ou urna, do velório, da coroa de flores, do sepultamento ou da cremação, da mesa de condolências, da localização do jazigo (se a família não possuir um), da preparação do corpo, da ornamentação da urna, da passagem para um parente que seja residente de outra cidade e do registro do óbito.

A importância de escolher o melhor plano funerário

Seja para realizar uma cremação ou um enterro tradicional, existem custos e eles não são baixos, por isso, é importante ficar atento e pesquisar bem. Isso porque, infelizmente, a morte pode acontecer de forma inesperada e pegar a família de surpresa.

A questão financeira é, com certeza, um fator que deve ser levado em consideração na hora de se contratar um plano funerário ou um seguro de cremação.

Além de poupar a família de ter que desembolsar uma grande quantia de dinheiro de forma inesperada, é importante considerar o momento de fragilidade e tristeza em que a família estará ao perder um ente querido.

Quando uma pessoa morre existem muitos outros fatores que precisam ser decididos em poucas horas e a família, por motivos óbvios, muitas vezes não estão em condições de pensar sobre questões burocráticas.

A possibilidade de parcelamento

Com um investimento mensal relativamente baixo, através do parcelamento, é possível resguardar a família durante um momento tão difícil.

É um importante destacar que um plano funerário de qualidade pode cobrir tanto o processo de cremação quanto o de sepultamento, mas nem todos fazem isso! Portanto, pesquise bastante e escolha de acordo com as suas preferências.

Nesse momento é importante contar com um plano de assistência funerária, pois, a família terá um apoio de uma empresa que dará toda a assistência necessária no momento de despedida.

Com a ajuda de profissionais, a família poderá contar com as orientações para que tudo ocorra da forma mais tranquila possível e, assim, poderão dedicar sua atenção ao que realmente importa: prestar as homenagens e se despedir da melhor forma possível.

E você, pensa em optar por um enterro tradicional ou pela cremação? Faça as suas considerações nos comentários!