O que é Assistência Funeral?

O que é Assistência Funeral?

Diante de uma situação tão complicada quanto a morte de um ente querido, ficamos sem condições psicológica para pensar em questões burocráticas. Entretanto, infelizmente, algumas ações devem ser tomadas com relação aos procedimentos de enterro e assistência funeral.

Nesse momento é que percebemos a importância de se ter a proteção que esse tipo de serviço pode oferecer. A assistência funeral pode proporcionar a família um pouco mais de tranquilidade e conforto ao se despedir de um ente querido.

Portanto, vamos falar tudo sobre assistência funeral para você ficar por dentro desse assunto. Confira!

O que é a Assistência Funeral?

A assistência funeral é o conjunto de atividades referentes ao sepultamento e homenagem fúnebre, de acordo com as tradições religiosas da família do falecido. A assistência funeral é uma medida protetiva oferecida por seguradoras.

As seguradoras oferecem vários serviços, que incluem o fornecimento de materiais, recursos humanos e artefatos para a realização das atividades necessárias para a homenagem fúnebre e sepultamento, além do atendimento à família e aos amigos do falecido.

Entre os serviços estão também a organização da cerimônia, o fornecimento do local para a homenagem fúnebre e o sepultamento, além de outras atividades que façam parte a assistência funeral, de acordo com o padrão definido pela cobertura assistencial.

Principais tipos de Assistência Funeral

A assistência funeral pode compreender mais de um plano, mas os principais são: Assistência Funeral Individual e Assistência Funeral Familiar.

  • Assistência Funeral Individual

Essa modalidade de assistência cobre apenas o assegurado principal, que é o titular do plano. Normalmente, o valor da cobertura gira em torno de R$2.500,00, mas esse não é um valor fixo, apenas inicial.

  • Assistência Funeral Familiar

Esse tipo de assistência cobre, além do segurado principal, os seus familiares, como cônjuge e filhos. Para cada modalidade existem critérios específicos a serem considerados, tais, como: a sua abrangência (local, regional ou nacional) e o limite máximo de idade para aderir aos planos, que geralmente é de 70 anos.

Existe diferença entre Auxílio funeral e Assistência Funeral?

Muitas pessoas pensam que auxílio funeral e assistência funeral são a mesma coisa, mas elas não são. Sendo assim, é muito importante ficar atento na hora de assinar o contrato para que não haja surpresas quando precisar acionar os serviços.

No caso da assistência funeral, a responsabilidade pela contratação de empresas que prestará os serviços necessários à homenagem fúnebre e o sepultamento é da seguradora. Já no auxílio funeral, quem se responsabiliza pela contratação da empresa que realizará esses procedimentos é a própria família.

Com isso, é possível perceber que a assistência funeral garante a família maior conforto. Isso porque ela fica com a responsabilidade de todo o processo do funeral. Portanto, na maioria dos casos, a assistência funeral costuma ser a melhor opção, não só para o falecido, mas principalmente para a família.

No momento de despedida é muito importante focar atenção apenas em prestar as homenagens ao ente querido e evitar dores de cabeça.

Quais são os serviços contemplados na Assistência Funeral?

Normalmente, a assistência funerária contempla os seguintes serviços: higienização e ornamentação do corpo, coroa de flores, urna, véu, ornamentos de caixão e velas.

Além de registro no cartório (conforme a legislação regional), carro fúnebre, registro em livro de visitantes (a depender do local), locação da sala para velório, localização de jazigo por tempo determinado e taxa de sepultamento ou de cremação.

Como funciona a Assistência Funeral?

Quando uma pessoa morre, a família deve entrar em contato com a seguradora para que sejam tomadas as medidas necessárias para organizar toda a documentação exigida para que o corpo seja liberado. Em seguida, é que passam a ser realizados todos os procedimentos referentes à homenagem fúnebre e ao sepultamento.

Depois do falecimento, a documentação exigida serve para distinguir o tipo de morte, se foi natural ou acidental. Contudo, é muito importante ler o contrato com a máxima atenção e verificar quais são as responsabilidades da família e quais são as da seguradora.

Normalmente, a seguradora se responsabiliza por todo o processo que envolve o funeral. Entretanto, existe a possibilidade de a família querer personalizar a assistência funeral, de acordo com suas condições financeiras.

Nesse contexto, a seguradora costuma enviar um profissional para acompanhar a família no processo de liberação do corpo e no processo do funeral para que tudo ocorra da melhor forma possível.

Portanto, é sempre bom, antes de contratar a funerária, realizar uma pesquisa sobre a reputação e a seriedade das empresas cotadas.